Brincadeira de Telefone sem Fio

Brincadeira telefone sem fio

Quem nunca brincou de telefone sem fio, ainda vai brincar!

O telefone sem fio é mais um daqueles clássicos das atividades infantis. Ótima brincadeira e forma de entretenimento, a opção é indicada para manter as crianças ocupadas em festas e reuniões familiares, como aniversários, natal, ano novo, dia das crianças, dia das mães e dia dos pais, por exemplo.

Este jogo é indicado para crianças a partir de 4 anos de idade. Os espaços mais indicados para realizar esta brincadeira são muitos: dentro de casa, no clube, na praça, na praia, no salão de festas, na garagem, no quintal, no jardim, no condomínio residencial, numa chácara, no salão de jogos, na calçada e em vários outros ambientes.

A brincadeira é ótima e recomendada por especialistas para estimular atitudes e habilidades essenciais na fase de crescimento, como: a atenção, o foco, a criatividade, a memória, o trabalho conjunto, a cooperação, a linguagem, a noção de equipe, a determinação, o objetivo, a convivência com outros colegas, a confiança, a colaboração, entre muitos outros.

E quais são mesmo as regras deste jogo?

As regras são muito simples: todos os jogadores irão se sentar, formando um círculo ou uma fila, um ao lado do outro. A brincadeira inicia quando um dos jogadores de uma das extremidades da fila (ou qualquer um do círculo) cria uma frase qualquer e diz a mesma, bem baixinho no ouvido do jogador que estiver ao seu lado.

O próximo jogador repetirá a mesma frase, como ele ouviu (ou como entendeu), para o próximo colega e assim sucessivamente até chegar no último participante, que deverá anunciar em alto e bom som, a frase que escutou.

Raramente a frase pronunciada pelo último jogador será a mesma frase anunciada pela primeira pessoa que iniciou o jogo, já que ao falar baixinho no ouvido de um colega (que falará da mesma forma pra outro), dificulta a comunicação e assim as palavras poderão não ser compreendidas corretamente e assim poderão ser destorcidas ou alteradas, garantindo a diversão do jogo.

Com crianças mais novas, no lugar de frases elaboradas, diga uma só palavra. A brincadeira também poderá ajudar na absorção de temas debatidos em sala de aula com frases relacionadas ao assunto.

Comentários