Brincadeiras e Cantigas de Roda

Brincadeira de roda

Muitas brincadeiras possuem caráter universal, pois elas fazem parte da cultura de diversos povos pelo mundo. As cirandas também conhecidas como brincadeiras de roda estão entre as atividades mais populares.

Acredita-se que a forte influência africana em nosso país seja a responsável pela disseminação das cirandas ao longo do tempo.

Grande parte das cantigas utilizadas nessas brincadeiras possui origem folclórica, acredita-se que a origem dessas cantigas pode ser proveniente de músicas que foram modificadas por um autor popular. Em geral essas cantigas possuem uma melodia simples de ritmo limpo e rápido, favorecendo a memorização, os temas se referem a realidade vivida pela criança ou sobre o imaginário.

Portanto, as cantigas das brincadeiras de roda são de autorias coletivas ou anônimas, que foram passadas através de gerações como um sinônimo de brincadeira de grupo.

Brincar de roda com as crianças é uma excelente forma de ensina-los a coordenar os movimentos com o ritmo da musica, trabalha a percepção, sonoridade das palavras e a memorização.

As cantigas de roda mais conhecidas são: atirei o pau no gato, ciranda cirandinha, fui no Itororó, peixe vivo, meu limão, escravos de Jó, roda pião, entre tantas outras.

Para enriquecer a brincadeira uma boa dica é conversar com as crianças sobre as palavras citadas na cantiga, falar sobre os significados e origem das cirandas. É uma forma de enriquecer o repertorio dos pequenos.

Através das brincadeiras de roda as crianças podem desenvolver sua noção de espaço, de lateralidade, coordenação motora, musicalidade, interação social, entre outras habilidades.

O pai ou orientador deve explicar os comando verbais da cantiga e os passos da brincadeira.

É fundamental que as crianças sejam incentivadas a buscar outras formas de diversão além das convencionais conhecidas por eles, como as bonecas e os carrinhos. Muitos desses brinquedos propiciam uma atividade solitária sem a menor interação.

Troque as musicas com frequência, ensine e peça ajuda das crianças para montar novas coreografias, incentive-os a interagir com a cantiga.

As crianças podem surpreender, bastam um pouco de paciência bons estímulos.

Comentários