Brincadeiras Educativas para Crianças

É praticamente impossível encontrar uma criança que não goste de brincar principalmente com seus coleguinhas.

As brincadeiras infantis são muito importantes para o desenvolvimento educacional das crianças, pois elas incentivam de maneira variada o aprendizado em geral.

Nas primeiras fases da vida é na escola que as crianças interagem e desenvolvem suas capacidades motoras. Por isso, é importante que os professores trabalhem atividades, brincadeiras e jogos dentro de sala de aula como uma forma de estimulo ao aprendizado de maneira mais lúdica.

Algumas atividades são ideais para serem trabalhadas dentro de sala de aula, em geral elas exigem poucos materiais e muita criatividade.

A caixa de sensações é uma excelente opção para estimular os sentidos. Pegue uma caixa de sapatos e faça um furo circular em sua tampa, de maneira que caiba a entrada de uma mão. Em seguida, prepare alguns objetos variados como pedaços de algodão, brinquedos de formas diversas, tampas, caixinhas, anéis, estojos, etc.

A ideia central dessa brincadeira é fazer com que os alunos coloquem a mão dentro da caixa e tentem adivinhar qual objeto está lá dentro através apenas do tato. Lembre-se que as crianças não podem ver os objetos antes de serem colocados na caixa e quando alguém acertar troca-se o objeto.

Muitas das brincadeiras realizadas auxiliam no aprendizado sobre as noções de espaço e tempo, além disso, quando há interação a criança aprende a respeitar e dividir. Em geral as brincadeiras estimulam a agilidade, o equilíbrio, a força, melhoram as noções de percepção e aguçam os seus reflexos.

Mas devemos ressaltar que existem exercícios específicos para cada faixa etária. O período ideal para trabalhar e despertar aptidões nas crianças é até os sete anos, quando ela está aprimorando seus sentidos e movimentos.

Aposte em atividades que envolvam músicas, instrumentos musicais e objetos em geral, trabalhando a audição e a percepção. Brincadeiras em grupo e em duplas também devem ser trabalhadas, é fundamental estimular e ensinar a lidar com a coletividade.

Comentários